Ensaio de debutante: mais que uma sessão de fotos; uma descoberta

Ensaio de debutante: mais que uma sessão de fotos; uma descoberta

06/Mai/2018

É no ensaio de debutante que algumas das maiores inseguranças e incertezas que se tem ao completar 15 anos começam a ser quebradas. Entenda por que você deve levar essa experiência pra vida

Eu quero falar hoje sobre ensaio de debutante. Mas, desculpe, não irei direto ao ponto. Posts com as "regras" do ensaio têm aos montes por aí. Meu propósito aqui é diferente...

Compreender a essência de completar 15 anos é o que, na verdade, vai responder – de uma vez por todas – o porquê do ensaio de debutante ser importante (e não somente fotografar a festa).

Ah, não vai fazer festa? Decidiu trocá-la por aquela viagem dos sonhos ou está com a grana curta? Então você também precisa ler isso!

Ah, os 15 anos!

Esse é um marco bastante especial no universo feminino. É quando a menina se torna debutante, palavra de origem francesa, que significa estreante.

É a estreia na vida adulta; os primeiros passos rumo a virar gente grande.
É quando a habilidade de criança em manter o olhar voltado mais pra dentro, valorizando o que existe no interior, ainda é tão forte a ponto de se olhar no espelho e não conseguir ver toda a beleza de fora.

Dentro dela existe a mulher que insiste em se estabelecer, e a criança que reluta em ir embora. Assim, ela ainda não sabe exatamente quem é e que aspecto deve ter agora.

Começa a se descobrir, mas ainda não se vê. Passa a expandir a consciência, a ter um olhar sobre quem ela é e sobre quem deseja ser. (bingo!).

Fotógrafo: um olhar de fora que ajuda nessa descoberta

Diz a tradição que ao completar 15 anos, a jovem deve ser apresentada à sociedade. Foi assim que surgiu o baile de debutante.

Por mais influências e modernizações que este evento tenha sofrido ao longo dos anos, ele mantém até hoje seu caráter de celebrar a primeira importante transição da vida.

O sonho resiste ao tempo. Sonho de gala. Sonho de princesa. De menina-mulher. De ser quem ela quiser ser.

Nem é preciso dizer que um momento grandioso como esse pede um registro fotográfico. Mas, o que deve ser dito e muita gente não avalia é que esse registro começa antes da festa, no ensaio de debutante. E pode acontecer até mesmo quando a opção é não fazer festa, mas ainda assim bate aquela dorzinha no coração de não eternizar essa fase.

O olhar profissional é fundamental para capturar a beleza ainda pouco explorada; a beleza em suas mais variadas formas e gestos, revelando à jovem até mesmo aquilo que ela ainda não foi capaz de enxergar.

Quem você é? Quem você quer ser?

Essas são as perguntas mais importantes que você deve se fazer e que te levam ao propósito do ensaio. É hora de romper a barreira do medinho que bate e usar o ensaio como sua realização.
Se não gostar de ser assim, tudo bem, serviu como teste. Se reinventa! E se gostar, leva pra vida. Aplica! =)

O ensaio de debutante é a primeira dose do elixir da autoestima que se ganha na vida. É o seu primeiro encontro com todo o seu potencial de beleza. É a sua própria descoberta.
Ele dá abertura para que você seja quem quiser. Pode brincar de ser você mesma, pode se fantasiar, ser como sonha em se mostrar ao mundo.

Diferente de fotografar a festa, poses e afins, o ensaio é o mais bonito primeiro resgate de si.

Uma coisa eu posso afirmar: por mais que nessa idade as meninas possam ser um tanto tímidas, não se vejam tão belas, pensem estar indo na contramão do que ditam os padrões de uma modelo, ou mesmo que reconheçam sua beleza física, não tem como não se encantarem consigo mesmas ao verem o resultado.

Se identifica? Fica aqui meu conselho: não se preocupe e faça sua parte; seja espontânea. Só! Fazendo isso e estando sob as lentes sensíveis de um profissional, terá a garantia de que serão extraídos os elementos mais importantes que compõem quem você é e aspira ser (não só elementos físicos, afinal você não é só um rostinho e um corpinho, não é mesmo?). E essa união é o que determinará a real beleza e o resultado mais incrível que se pode esperar.

Sobre o ensaio de debutante (“regrinhas”):

Descontração é premissa básica. Por isso, escolher um profissional em quem confie é essencial. Prezo muito por me reunir com a debutante antes, batermos um papo e nos conhecermos para assim, o ensaio rolar solto.
Não encare como uma mera sessão de fotos, mas um dia pra se divertir e ser quem você quiser.
Pais e amigos são bem-vindos. Mas, é válido lembrar que a estrela, quem deve dominar de forma individual, é a debutante. O lema dessa regra é não ter regras, é estar à vontade.
O local escolhido para a sessão de fotos tem que ser algum que tenha a ver com você, com o que quer transmitir.
Quanto mais referências sobre seus gostos e hobbies tivermos, mais dá pra trazer isso à cena e tornar o ensaio o mais pessoal possível.
Se a festa for temática, o ensaio poderá ser feito em torno do tema.
A duração geralmente é de 2-3 horas. Nesse tempo pode ocorrer, em média, x trocas de roupas (não é regra).
As produções (roupas, acessórios) devem ser definidas e combinadas antes do dia do ensaio para que fique bem planejadinho.
Eu costumo oferecer maquiadora para deixar o resultado ainda mais incrível.
É legal marcar o ensaio 2 meses antes da festa para que nenhum contratempo (como períodos de mal tempo, por exemplo, em fotos externas) possa atrapalhar.

Onde usar as fotos de um ensaio de debutante

Além de resultarem em um belo book fotográfico para modelo nenhuma botar defeito (e vários likes nas redes sociais), as fotos de um ensaio de debutante são usadas no convite para a festa, save the date, banners e personalizações de outros materiais que possam compor a decoração da festa.


E aí, gostou ou ainda tem dúvida sobre se deve fazer o ensaio? Compartilha aqui.

Agradecimentos para nossa redatora N.Lenarf